Enquete

Na sua opinião, como deve ser os shows musicais da Exposição Agropecuária de Leopoldina no próximo ano?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje114
mod_vvisit_counterOntem2040
mod_vvisit_counterEsta Semana8898
mod_vvisit_counterSemana Passada9256
mod_vvisit_counterEste Mês6744
mod_vvisit_counterMês Passado47085
mod_vvisit_counterTodos os Dias1676778

Temos: 11 Visitantes online
Hoje: 05 Set, 2015

banner_equipe
Início Notícias de Leopoldina
Notícias de Leopoldina
Dr. Bira será homenageado no Pólo de Saúde Municipal. PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Sex, 28 de Agosto de 2015 12:28

O conjunto de serviços terá o nome do conceituado médico Dr. Francisco Ubirajara de Moraes Coutinho, Dr. Bira

Dr. Bira, recebendo a medalha HONRA À ÉTICA da Associação Médica de Leopoldina em 21 de agosto de 2008. (Foto: João Gabriel B. Meneghite)

argaiv1204

O Projeto de Lei que homenageou o médico Dr. Francisco Ubirajara de Moraes Coutinho (In memoriam), mais conhecido como "Dr. Bira", denominando o conjunto de serviços que engloba os programas Cores da Vida, Gota de Leite, Mulher Leopoldinense, Ludoterapia, Hiperdia, Audiometria, Combate a Tuberculose e Hanseníase, Fonaudiologia, Otoemissões Acústicas e Imunização, é de autoria dos vereadores Diego Sávio, PSL, e Hélio Braga, PSC. O Projeto recebeu Emenda Modificativa de autoria dos vereadores Carlos Paturi, PT, e Rodrigo Pimentel, PP.

Dr. Bira era quase uma unanimidade na área da saúde de Leopoldina. Pais, mães, avós, tios, enfim, todos se referem ao Dr. Bira como uma pessoa da família, um médico carinhoso, simpático, atencioso, além da sua competência.

O juramento de Hipócrates, o mais antigo que tem sido utilizado em vários países na solenidade de recepção aos novos médicos inscritos na respectiva Ordem ou Conselho de Medicina retrata, fielmente, o que foi a vida do Dr. Bira como cirurgião na Casa de Caridade Leopoldinense.

O juramento

“Eu, solenemente, juro consagrar minha vida a serviço da Humanidade. Darei como reconhecimento a meus mestres, meu respeito e minha gratidão.Praticarei a minha profissão com consciência e dignidade. A saúde dos meus pacientes será a minha primeira preocupação. Respeitarei os segredos a mim confiados. Manterei, a todo custo, no máximo possível, a honra e a tradição da profissão médica. Meus colegas serão meus irmãos. Não permitirei que concepções religiosas, nacionais, raciais, partidárias ou sociais intervenham entre meu dever e meus pacientes. Manterei o mais alto respeito pela vida humana, desde sua concepção. Mesmo sob ameaça, não usarei meu conhecimento médico em princípios contrários às leis da natureza. Faço estas promessas, solene e livremente, pela minha própria honra.”

Assim foi a vida do médico Dr. Bira, ele não distinguia as pessoas, atendia à todos com o mesmo carinho, competência, atenção, simpatia, independentemente da classe social, religiosa ou política.

"Que esta pequena homenagem, a este grande médico e homem que foi o Dr. Bira possa servir de inspiração e motivação aos profissionais que prestarão serviço naquele prédio. Que o nome do Dr. Bira transmita a segurança, o carinho, a atenção, a paciência, o amor à profissão a todos os profissionais que ali estarão atendendo à população",disse o vereador Diego Sávio complementando:

“Na reunião do último dia 25 de agosto, o Projeto de Lei 55/2015 foi apreciado e votado em caráter especial, graças à disponibilidade do presidente Ivan Nogueira, PMDB e dos demais vereadores: Paulo Celestino, PT, Jacques, DEM, Oldemar, PT, Alfredo, PSC, Kélvia, PHS, Pastor Darci, PV, Leandro, PP, Otávio, PTN, Edvaldo, PSDC, Paturi, PT, e Rodrigo, PP, que entenderam e atenderam ao meu pedido de urgência ao projeto, pois, o Polo de Saúde (prédio anexo ao Hospital) está programado para ser inaugurado no próximo dia 4”.

O Projeto de Lei aguarda a sanção do prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Vereador Diego Sávio.

 
Jornal Livre voltará a circular PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Qui, 27 de Agosto de 2015 08:52
Segundo informações oficiais, o Jornal Livre, editado por Antônio Geraldo Pereira da Silva, o Jarbinhas, voltará a circular no mês de setembro em Leopoldina. O jornal, cuja linha editorial é tecer fortes críticas à administração municipal e ao prefeito, não circula desde o governo de Bené Guedes. No meio político a expectativa está grande, pois todos estão curiosos aguardando a primeira edição, e para constatarem como será a linha editorial que o Jornal Livre irá seguir.
 
Vereador Diego Sávio solicita ao Prefeito a possibilidade de colocar luminárias públicas a energia solar nas ruas e praças PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Qui, 27 de Agosto de 2015 08:50

Caso prefeito atenda ao pedido, Leopoldina será pioneira na região.

 Assim como a eólica e a do mar, a energia solar se caracteriza como inesgotável - e é considerada uma alternativa energética muito promissora para enfrentar os desafios da expansão da oferta de energia com menor impacto ambiental.As aplicações práticas da energia solar podem ser divididas em dois grupos: energia solar fotovoltaica, processo de aproveitamento da energia solar para conversão direta em energia elétrica, utilizando os painéis fotovoltaicos e a energia térmica (coletores planos e concentradores) relacionada basicamente aos sistemas de aquecimento de água.

 Como funciona o sistema solar fotovoltaico

De maneira simplificada, o sistema fotovoltaico funciona da seguinte forma: as células fotovoltaicas que compõem os painéis geram corrente elétrica ao ser expostas ao Sol. Esta energia passa por equipamentos elétricos, que tratam essa corrente para que ela fique com as características ideais para o consumo. No caso de uma residência, o equipamento será um inversor, que transformará a corrente gerada pelos painéis (corrente contínua) para os padrões das tomadas (corrente alternada de 60Hz com 220V).

 Vantagens ambientais

 
A morte do jornalista Gama Filho PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Qui, 27 de Agosto de 2015 08:47

Marcos Marinato

No dia 22 de maio deste ano, recebi por volta das sete e meia da manhã, um telefonema que me informava o repentino falecimento do jornalista Gama Filho. Naquele instante, passou um filme em minha cabeça. Amo o jornalismo escrito e falado. E foi através do Gama Filho, que na década de 1990, ainda locutor da rádio jornal AM, que comecei a escrever na imprensa escrita, no então tradicional Jornal Tribuna do Povo. Foram inúmeros artigos e reportagens publicadas em seu periódico, de minha autoria. Reportagens e entrevistas foram inúmeras. Foi ele que me deu a primeira oportunidade. Me recordei das viagens, o qual fizemos, para muitas cidades da região: Itamaratí de Minas, Miraí, Argirita, Volta Grande e tantas outras.  Depois, resolvi  editar meu próprio jornal. Com a ascensão da internet, e com a criação dos sites de notícias, voltamos a ter mais contatos, quase que diariamente. Após ter sofrido um AVC – Acidente Vascular Cerebral, Gama Filho ficava mais em casa, de onde trabalhava e fazia seus contatos. Foram inúmeras as visitas e os contatos telefônicos nos últimos tempos.

 
EXCLUSIVO: Pedra rachada poderá cair e causar inúmeras vítimas graves e fatais. PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Sáb, 22 de Agosto de 2015 09:24

(Na edição nº 049, do dia 15 de outubro de 2009, o Jornal O Progresso publicou esta  matéria, na página 5).

 A reportagem do Jornal O Progresso, acompanhou o vereador Pastor Darci José Portella, (PV), até o local onde uma grande pedra está rachada e provavelmente poderá cair a qualquer momento, na rua abaixo e indo até a pista, causando consequências graves, sérias e trágicas, podendo ter até vítimas fatais.  Esta pedra que oferece risco grave e sério aos transeuntes, está localizada um pouco acima do trevo que liga a Rua Omar Resende Peres, à BR, sentido bairro Três Cruzes e ao Brasília Country Clube. O vereador Pastor Darci, apresentou a indicação nº 278/09, que foi aprovada em 10 de agosto de 2009, em que solicita ao Prefeito Bené Guedes, providências urgentes em relação à resolução deste sério e grave problema. Não há em Leopoldina serviço especializado que resolva o problema, devendo ser feito em caráter de urgência urgentíssima, contatos com a Defesa Civil de Belo Horizonte, ou o Corpo de Bombeiros, para que os mesmos apresentem possíveis soluções para o caso. O que não pode, é haver omissão por parte das autoridades responsáveis e O Progresso acredita que não haverá. Todos os vereadores apoiaram a iniciativa do vereador Darci. Segundo informações, bem abaixo do local já funcionou uma pedreira que era de propriedade do falecido Manoel Salles. Pastor Darci lembrou à reportagem do Jornal O Progresso, que recentemente duas pedras com a mesma semelhança desabaram e causaram vítimas graves e fatais, conforme noticiado na imprensa: Uma em Petrópolis e outra na Serra das Caeeiras, próximo a Argirita, Aguarda-se ansiosamente providências urgentes.

 Pastor Darci vai fazer novo pedido e vários encaminhamentos

 
Vereador Pastor Darci solicita que Prefeitura implante o faixa azul em Leopoldina PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Sáb, 22 de Agosto de 2015 09:21

Leia abaixo: Faixa Azul: Uma reivindicação de toda população.

A Câmara Municipal de Leopoldina, aprovou por unanimidade na reunião ordinária do dia 19 de maio de 2015, a indicação nº 165/2015, de autoria do vereador Pastor Darci José Portella, do PV, em que solicita a Presidência da Câmara, que encaminhe ao Chefe do Poder Executivo Municipal, Prefeito José Roberto de Oliveira, solicitação, reiterando o mesmo teor da indicação nº 46/2013, de sua autoria, aprovada por unanimidade, em que solicita ao Senhor Prefeito Municipal: Considerando que o Projeto de Lei nº 43/2013, que “Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo e dá outras Providências”, de autoria do Chefe do Poder Executivo Municipal à época, foi arquivado, conforme determina o Regimento Interno desta Casa Legislativa, estude a viabilidade de enviar para esta Casa Legislativa, um projeto de lei neste sentido, considerando ser de fundamental importância a implantação do “faixa azul” em nossa cidade. Esta indicação foi subscrita pelos vereadores Paulo Celestino, do PT,  Leandro de Almeida, do PP, Carlos Antônio Paturi, do PT, Rodrigo Pimentel, do PP, Ivan Nogueira, do PMDB, Otávio Arantes, do PTN, Oldemar Montenari, do PT, Antônio Carlos Pimentel, do PSDB, Edvaldo Franquido, do PSDC, Kélvia Raquel, do PHS, e Jacques Villela do DEM. Em resposta a esta indicação, o Prefeito José Roberto de Oliveira, encaminhou para a Câmara Municipal o ofício nº 178/2015, datado de 22 de maio de 2015, em que informa que esta solicitação está sendo verificada pelas Secretarias de Administração e Governo, a possibilidade de atender esta proposição. O Secretário Municipal de Administração é Bruno Flores Gonçalves, e de Governo, João Paulo do Vale Fófano. Segundo informações obtidas, até o fechamento desta edição, a administração municipal não voltou a tratar deste assunto com a Câmara Municipal.

 

Faixa Azul: Uma reivindicação de toda população

Muitas pessoas têm comentado sobre a importância da implantação do faixa azul em Leopoldina. O trânsito, principalmente no centro da cidade é caótico. Com certeza, com a presença de jovens prestando este serviço, como os antigos “guardas mirins”, ou “jovem aprendiz”, dois problemas seriam imediatamente solucionados: a falta de estacionamento no centro da cidade, e nas ruas Cotegipe, Carlos Luz, Ribeiro Junqueira, e Custódio Junqueira e adjacências, e muitos jovens e adolescentes teriam um “emprego”, uma ocupação, tudo de acordo com a lei. Muitos jovens e adolescentes tem procurado uma ocupação em Leopoldina, isso os tira das drogas e de outras coisas erradas, é mais uma renda para a família e para a cidade. É preciso sensibilidade, responsabilidade e interesse para resolver esta situação. Esperamos que esta situação seja prioridade da administração municipal atual. (Marcos Marinato).

 

 
Câmara aprova Projeto de Lei que concede 50% de desconto a professores municipais em eventos de lazer, cultura, esporte e entretenimento. PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Sáb, 22 de Agosto de 2015 09:18

Fernanda Espíndola

Por 8 votos a favor e 6 contra, a Câmara Municipal de Leopoldina aprovou em segunda votação, no último dia 8 de junho, o projeto de Lei 84/2013, de autoria do vereador Rodrigo Junqueira Reis Pimentel (PP), que garante meia entrada aos professores da rede pública municipal de ensino em eventos de lazer, diversão e cultura em Leopoldina. A Lei foi sancionada pelo prefeito de Leopoldina e entrou em vigor no último dia 18 de junho, data de sua publicação. De acordo com o artigo 2º da Lei, consideram-se casas de diversões os estabelecimentos que realizarem espetáculos musicais, artísticos, circences, teatrais, artesanais, cinematográficos, atividades sociais recreativas e quaisquer outros que proporcionem lazer e entretenimento. Vale ressaltar que a meia-entrada corresponderá sempre a 50%, metade do valor do ingresso cobrado, ainda que sobre seu preço incidam descontos ou atividades profissionais. Para receber o benefício, o professor deverá apresentar a carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal da Educação. A Lei entra entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Após uma votação acirrada, o vereador Rodrigo Pimentel não escondeu a emoção pela vitória.

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 1 de 65
Boa Madrugada,

Leia o Jornal Online

edicao_065

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por